translate

227 - baloons

























Santo António já se acabou
O São Pedro está-se acabar
São João, São João
Dá cá um balão
Para eu brincar

226 - acabou

























Uma salva de palmas.

225 - red draw

























Os dias passam e não ponho bonecos.
Vai ser um verão lufa-lufa.
Colher agora para plantar em outubro.

224 - what

























A vida é uma odisseia.

223 - marreta

























Li algures: os checos têm o governo em praga.
Nós temos praga no governo.
Força marretas! Ponham Portugal aos saltos.

222 - tuturututu

























Que fazes esta expressão quando te peço.
Que mudas do botão para o rectângulo provocando-me um riso puro.
Hoje é dia de festa.
E terá de o ser, por baixo, durante mais 30 anos.

221 - postal free

























Receber um postal escrito à mão nos dias de hoje,
tem um sabor antigo mas muito gostoso.

220 - pistolinha


























Apresento a nova fotografia tipo passe para os diferentes tascos: 1, 2 e 3.

219 - índio

























Tenho curiosidade da cultura indígena.

218 - balões



























Prepara-se a festa.
Enchem-se os balões, estendem-se as fitas.
Em qualquer esquina o cheiro da sardinha, do manjerico e da cerveja fresca caída no chão.
O pede dança, o pede licença, ou o pede beijo.
Vale tudo, são as Festas de Lisboa!

217 - love doll

























Só me ocorre uma coisa: inventa-se de tudo!

216 - ser português

215 - say ahh

























Hoje começa para Portugal o campeonato da Europa '12.
A opinião pública está dividida mas não tenho dúvida de que
se sairmos vencedores a moral vá aumentar.
E que as bandeiras saiam à rua orgulhosamente hasteadas.

214 - guardanipo

























Com certeza que quando se chegou à conclusão de que o objecto usado para limpar as beiças
se iria apelidar de guardanapo, não contavam que algures na evolução,
iria perder toda a pujança e tratar-se de uma fina e frágil folha de papel.

213 - leporino

























Eu entendo o teu fascínio pelos lábios leporinos.
Entendo que as pequenas falhas criam uma certa estranheza inquietante.

212 - desculpa




























Desculpa, desculpa, desculpa.
Cospem-se desculpas, vomita-se a desculpa mas não se a pede.
Não se sente. Nesse caso mais vale engoli-la.
Experimenta na próxima um culpa-me.

211 - bom apetite






































Já pouco se atenta aos detalhes.
Agora em vez dos guardanapos bom apetite,
temos um volte sempre escrito à mão.

210 - brown

























É muito reconfortante ouvir palavras de incentivo sobre este espaço.
Assim na vida real, olhos nos olhos, à antiga.